sábado, 25 de agosto de 2007

Marcia, meu eterno soldado


Hoje é o dia do soldado. A data é uma homenagem a Luis Alves de Lima e Silva, o patriarca do exército brasileiro, mais conhecido por Duque de Caxias. Nos dicionários, a palavra pode significar tanto a menor patente do exército como o defensor de uma causa.


Hoje é o dia em que um grande soldado completa mais uma volta pelo universo. Defensor de um eterno ideal, que muitas vezes veste a capa e voa. Mesmo quando aquele que protege não está em perigo.


Esse soldado querido não mede esforços para defender a sua pátria. Se puder, move montanhas e entrega a própria vida por ela.


O guerreiro que tem a rosa por espada e a garra por vocação... é a mais completa tradução da palavra amor.


Tudo o que eu disser a ele será pouco, perto do que ele representa.


Dona Márcia Aparecida é o tal soldado. E eu, metade da sua pátria. Nem parece que vai completar os seus 56 anos. Mas pontua aqui uma vida de luta.

Um comentário:

Filipe disse...

pra variar mais um belíssimo texto do meu qse xará hehehehe

e eu já estava com fortes dúvidas de seu amor maior...

pq ele só falava de uma tal de Jade :P

E Parabéns para o teu "soldado"...

lhe pôs um lindo nome uhauahahauhauahaua

e te fez um ser humano nota 10!

PS: No próximo Dia das Mães vc fará o cartão pra minha mãe,rs